Ataques do tipo sequestro de dados têm sido extremamente frequentes nos últimos anos.

Isso por conta da facilidade e a baixa rastreabilidade característica da técnica.

Mas a dúvida que fica é sempre: por que hackers ainda alcançam tanto sucesso neste tipo de ataque mesmo após tantos anos?

Talvez por serem tão simples, A resposta é fácil: pelo fato das atitudes de prevenção serem tão simples, rotineiramente elas são ignoradas.

Interessou pelo assunto? Continue lendo nosso post e veja 5 dicas para prevenção de ransomware!

5 maneiras de prevenção de ransomware

Não há muito o que remediar após sofrer um ataque.

Portanto, a prevenção ainda é a atitude mais eficiente.

Vejamos as principais maneiras de mitigar riscos e evitar problemas:

Informar e capacitar usuários

Uma das melhores estratégias é manter seus usuários “vacinados”.

O principal motor de infecção por ransomware é o phishing, ou seja, induzir o usuário a clicar em um link malicioso.

Por isso, é importante ensinar seus usuários a verificarem os links que recebem para que possam identificar um potencial risco de ataque.

Claro que nem sempre o usuário será capaz de fazer isso, portanto, oriente o acionamento da equipe de TI para apoio nesses momentos.

Uso consciente de dispositivos USB

Atualmente possuímos inúmeros recursos de compartilhamento de dados via rede e internet.

Na hora de transferir arquivos, evite utilizar pendrives ou discos USB.

Esse é um vetor de infecção muito utilizado por atacantes.

Caso seja indispensável, configure seu sistema para não executar nada que venha de mídias removíveis e não utilize dispositivos de procedência duvidosa.

As empresas, sem dúvida, devem possuir uma política rigorosa e explícita sobre o uso de mídias removíveis.

Um simples pendrive pode literalmente acabar com seu negócio.

Antivírus e antimalware

5 dicas para prevenção de ransomware

O bom e velho antivírus é a última barreira entre o atacante e o seu sistema depois de um clique em um link malicioso e o download do ransomware.

Possuir um bom antivírus e mantê-lo atualizado é uma prática vital a ser adotada.

O monitoramento em tempo real pode neutralizar a ameaça antes mesmo que o link apareça para seu usuário.

Ainda que o usuário baixe o arquivo infectado, o antivírus pode detectar atividades incomuns no sistema e parar o ataque mesmo que já esteja em andamento.

Backup

Quando nada mais tiver funcionado, o backup é o único recurso que pode salvar seus dados.

Por isso, mantenha backups consistentes e testados de todo seu ambiente.

A periodicidade com que os backups são realizados é que vai determinar o tamanho do prejuízo e a quantidade de dados que foram perdidos.

É importante frisar que um backup efetivo deve ser replicado e mantido em segurança para que não haja possibilidade de danos a sua integridade caso haja qualquer situação catastrófica.

Atualização dos dispositivos

Com a popularidade dos ataques de ransomware, os fabricantes de dispositivos e sistemas operacionais acabaram por inserir mecanismos de prevenção diretos.

Por isso, sempre que houver atualização para seus dispositivos, aplique-a imediatamente e reduza os riscos de infecção.

A CL9 Tecnologias possui especialistas em soluções em segurança!

Entre em contato e descubra como podemos ajudar sua empresa e seus usuários a manterem seus ambientes de trabalho mais seguros e confiáveis.

(Imagens: divulgação)


  • Share:
Contato via Site CL9