Sistemas ERP são o coração operacional da maioria das empresas, independentemente de seu tamanho.

Dada sua importância, surgem várias dúvidas em relação à forma de implementação de uma infraestrutura que mantenha esse sistema disponível.

É mais viável manter o sistema ERP localmente ou na nuvem? Se essa é a sua dúvida também, continue lendo nosso post e veja o comparativo das duas soluções.

Administração

O primeiro ponto a ser observado quando na alocação do sistema ERP é a administração.

Sistema ERP local

Sem dúvida, ter acesso local a todos os componentes do sistema dá à organização uma grande autonomia.

Quando a empresa tem uma estrutura de recursos humanos preparada para suportar as demandas do sistema, as coisas tendem a fluir de forma harmoniosa.

Mas, a realidade da maioria das empresas, geralmente, envolve uma força extremamente necessária para gerenciar os colaboradores de forma com que a atividade fim da organização seja atingida com eficiência.

Pelo nível de especialização que a área de TI exige, quase sempre não é bom negócio assumir tal responsabilidade.

Além disso, o custo é elevado, desde a aquisição, até a manutenção diária. Isso apenas quando falamos do ERP em si.

A maioria das empresas conta com vários outros sistemas que, quando implementados dessa forma, apenas causam o efeito cascata, muitas vezes, a administração local pode até inviabilizar o negócio.

Sistema ERP na nuvem

Ao se usar cloud, o acesso aos sistemas ERP não só se torna acessível para pequenas empresas, como otimiza orçamentos e ajuda instituições a focar no que realmente importa: o negócio.

Pela arquitetura da nuvem, praticamente toda atividade de administração é realizada automaticamente.

A única preocupação do gestor é a parametrização do sistema e sua utilização correta.

Manutenção e upgrades ficam a cargo do provedor e de forma transparente aos usuários.

Isso significa disponibilidade e economia através do melhor aproveitamento do tempo de trabalho das equipes que utilizam o sistema para apoiar suas decisões e fluxos de tarefas.

Acessibilidade

Outro ponto a ser considerado é a acessibilidade.

Sistema ERP local

O sistema local, quando em perfeitas condições, pode dar a sensação de maior performance.

Trabalhar em rede local tem seus benefícios, mas a era em que vivemos exige cada vez mais dinamismo das empresas e seus colaboradores.

O que precisa-se levar em conta é que grande parte dos sistemas desenvolvidos para arquitetura de rede local ficam atrelados ao uso de um programa cliente específico para acessá-lo.

Isso traz mais uma demanda: a instalação de programas com requisitos específicos que, geralmente, o colaborador não saberá fazer.

Para que um sistema local possa ser acessado externamente, serão necessários mais investimentos em links dedicados, especialistas de rede, implantação de VPN e demais protocolos de segurança.

Com isso assume-se mais um risco, pois, uma brecha nesse ponto pode comprometer de forma irreversível uma empresa.

Quando algo acontece de errado com um dos componentes do sistema, provavelmente o efeito cascata entrará em cena novamente e nenhum colaborador terá acesso a ele.

Sistema ERP na nuvem

Existem dois requisitos para utilização de um sistema em cloud: internet e navegador.

Isso significa que, independentemente do dispositivo que estiver utilizando, se os dois requisitos estiverem presentes qualquer colaborador pode atuar de qualquer lugar do mundo.

De acordo com a principal premissa da nuvem, seu sistema estará sempre disponível ainda que aconteça um desastre a níveis continentais.

Isso porque automaticamente sua empresa estará usufruindo de serviços de réplicas e de um poder de processamento e armazenamento praticamente ilimitado.

Segurança de informações

A segurança também é fator determinante na escolha de alocação do sistema ERP.

Sistema ERP local

Sistemas de ERP gerenciam e armazenam enormes volumes de informação organizacional, muitas vezes confidenciais. Com isso, entendemos que esses dados devem estar seguros.

A área de segurança da informação é uma das mais complexas do setor de Tecnologia, a não ser que sua empresa tenha especialistas nisso, assumir essa responsabilidade, geralmente, não é um risco a se considerar.

Garantir que o fluxo da aplicação será respeitado, que dados imutáveis devem ser preservados e que, na pior das hipóteses, haja backup para recuperação de informações perdidas são apenas alguns dos pontos.

Todos eles demandam um esforço enorme para qualquer time de especialistas.

Sistema ERP na nuvem

Plataformas de cloud nascem dentro de regras de conformidade e atendem vários padrões internacionais para garantir a segurança das informações e sistemas que compõem o serviço.

Tudo está monitorado, replicado, com backups regulares e com sistemas de contingência altamente eficientes para normalizar qualquer situação em alguns segundos, isso acontece porque a nuvem nasce para escalabilidade.

Ainda que sua aplicação, empresa ou setor não exija tanta conformidade ou padrões de segurança, sua organização se beneficiará de todas as melhores práticas de mercado.

Por isso, a probabilidade de algo dar errado é remota e, mesmo que aconteça, todo o sistema pode ser recuperado em tempo hábil.

Custos

Sabemos que os custos são fatores decisivos na escolha de qualquer fornecedor para todas as empresas.

No caso de sistemas ERP, é preciso considerar:

Sistema ERP local

Já na aquisição de hardware e do mínimo de estrutura física para poder rodar seu sistema, tenha certeza que o custo é equivalente a alguns anos de cloud.

Adicione o tempo até a chegada dos equipamentos e os valores gastos com as instalações, e veja o custo crescer exponencialmente.

A não ser que hajam restrições extremas de conectividade ou imposições específicas dos gestores, será muito difícil justificar o custo-benefício de uma estrutura local adequada.

Claro que vemos muitos casos de sistemas vitais para empresas rodando em equipamentos precários, mas, será que sua empresa pode assumir tal risco?

Outro fator a considerar é que quando se adquire infraestrutura local, muitos recursos computacionais ficam ociosos, ou seja, além do alto custo sua empresa provavelmente desperdiçará boa parte dos recursos disponíveis.

Sistema ERP na nuvem

Por último, mas não menos importante, o mais atrativo dos benefícios da nuvem.

Ainda que possa variar o valor mensal, pagar por serviços sob demanda nesse nível de qualidade traz à sua organização a possibilidade de utilizar ferramentas extraordinárias.

O custo benefício da nuvem, que já é excelente, pode se tornar ainda melhor à medida que sua organização ganha maturidade na utilização de recursos.

Agora que você já viu que vale a pena alocar o sistema ERP na nuvem, entre em contato com a CL9 Tecnologias e conheça nossas soluções cloud server para ERP.

Faça parte da era da informação e utilize cloud computing para impulsionar seus negócios!

 

(Imagens: divulgação)


  • Share:
Contato via Site CL9