A gestão de servidores sempre tomou muito tempo de trabalho dos sysadmins devido às tarefas constantes de atualização dos sistemas operacionais, ajustes finos de segurança e outras atividades.

Hoje, com os benefícios do cloud computing, reduziu-se muito o tempo de administração de servidores, porém ainda existem cuidados a se tomar.

É sobre eles que vamos falar no nosso artigo. Continue lendo e veja quais os principais riscos no gerenciamento do servidor e como evitá-los.

Riscos do gerenciamento do servidor

Quando não há a expertise necessária para se administrar sistemas operacionais e serviços, acaba-se por assumir alguns riscos inerentes a essa atividade.

Quando falamos que esses riscos são inerentes, queremos dizer que eles existem ainda que você possua um profissional especialista e totalmente dedicado para a administração de um servidor específico, porém em um nível reduzido.

Alguns dos riscos que devem ser levados em conta e mitigados são:

Vírus

Os vírus são programas desenvolvidos com a função de alterar outros sistemas.

Essas alterações implicam em implantar novos comportamentos aos programas, geralmente, tidos como confiáveis.

Assim, um programa ou sistema infectado pode divulgar dados sigilosos ou, até mesmo, destruí-los.

Os vírus e suas variações (malwares, spywares, etc) podem também dar acesso externo a um atacante.

Os danos que eles podem causar são incalculáveis, considerando que esse tipo de programa, geralmente, se espalha por redes e sistemas inteiros, exponencializando o ataque.

Considere também que a maioria das infecções por vírus tem o usuário do sistema como principal ator.

Por isso, é importantíssimo que, além de usuários capacitados, você possua mecanismos de protege-los contra si mesmos.

Um bom antivírus e o constante monitoramento dos serviços em execução do seu servidor são vitais para que não ocorram incidentes que podem ser irreversíveis.

Invasões

As invasões são uma realidade;

Só em 2018, mais de quatro milhões de dados foram acessados de forma ilegal.

Os números alarmantes não só aumentam a preocupação de administradores de sistemas, como culminaram na adoção de legislações para proteção de dados, que já foram adotadas por vários países e serão uma realidade no Brasil em 2020.

Vale lembrar que as invasões, geralmente, ocorrem em sistemas desatualizados, onde brechas de segurança são exploradas e, muitas vezes, tem como principal alvo os usuários desavisados sobre os perigos da internet.

Cuidados para o gerenciamento do servidor

Para reduzir os riscos sobre as ameaças que comentamos acima, o administrador de sistema deve adotar algumas rotinas de trabalho, como:

Fazer updates

Manter seus sistemas e aplicativos atualizados é a regra número um de segurança.

Boa parte das atualizações são lançadas para corrigir vulnerabilidades encontradas em sistemas.

Use VPN

O acesso aos servidores, independentemente da finalidade, se dá pela rede ou internet.

Por isso, é fundamental que haja uma conexão segura entre sua máquina e o servidor.

Um recurso interessante para essa finalidade é a VPN.

Uma rede virtual privada cria um túnel criptografado para transmissão de todos os dados entre sua máquina e o seu servidor.

Com isso, ainda que haja interceptação, sua transmissão estará devidamente criptografada, impedindo que o atacante saiba que dados estão trafegando.

Mantenha os acessos e senhas seguras

Uma política de senhas fortes também é vital para garantir a restrição de acesso a suas aplicações e servidores.

Senhas fortes são aquelas que possuem mais de 6 caracteres, sendo alguns destes especiais, que não contenham partes do nome do usuário e nem utilizem informações básicas como o nome da mãe, data de nascimento, etc.

Apesar de gerar certo incômodo, uma senha forte é sua maior proteção contra ataques de força bruta.

Trocar a senha frequentemente também reduz drasticamente o risco de invasão, já que o atacante, ainda que tenha acesso às suas credenciais em um dado momento, não mais o terá, pois você já terá realizado a troca.

Agora que você já sabe quais são os cuidados essenciais para o gerenciamento do servidor, se inscreva em nosso blog e acompanhe as melhores dicas sobre esse universo!

(Imagens: divulgação)


  • Share:
Contato via Site CL9