A utilização de IA já é uma realidade em grande parte das empresas e lares, geralmente através de uma interface de voz, como nas assistentes virtuais, ou reconhecimento de objetos em imagens e vídeos, muitas vezes em tempo real.

Há muito mais coisa acontecendo por de trás dos panos.

Para que um pequeno dispositivo de som na sua casa possa interagir com seus comandos de voz, é necessário manter grandes bases de conhecimento aliadas a enorme poder de processamento.

Ficou interessado no assunto? Continue lendo esse post e veja como isso é viável!

O que é, exatamente, inteligência artificial na nuvem?

Podemos dizer que o Cloud Computing tornou possível democratizar o acesso a grandes capacidades de processamento e armazenamento.

Em razão disso, não há outro meio onde a IA possa ser aplicada de forma a se tornar presente no dia a dia de tantas pessoas.

Há pouco tempo, criar e utilizar inteligência artificial só era possível para grandes corporações, com grande estrutura para isso e com objetivos muito específicos.

A popularização do cloud, entretanto, acabou desviando o objetivo inicial e viabilizou a conexão de dispositivos simples e sem tanto poder de processamento para atuarem como interface de dados para coleta e interação direta.

Quando você pede para uma assistente virtual, como a Alexa, para tocar uma música no Spotify ou lembrar você de voltar ao trabalho em uma hora, todo o processamento de reconhecimento da voz é feito na nuvem.

Com o passar do tempo, você vai reparar que está vendo anúncios na internet que se encaixam mais no seu perfil ou que uma playlist aleatória está tocando músicas que você nem conhecia, mas está gostando demais.

Precisamos entender que a IA não atua apenas enquanto interagimos com ela.

Uma quantidade massiva de dados é entrelaçada para trazer a melhor experiência possível durante a interação, também disponibilizando dados estatísticos sobre seus hábitos e de outras pessoas que servirão para outras aplicações científicas e comerciais.

Por que investir em inteligência artificial na nuvem?

Entre os motivos para investir em inteligência artificial na nuvem estão:

Diminuição nos custos

O desenvolvimento de IA não tende a ser o mais barato do processo em si.

A infraestrutura para experimentação e uso da IA pode se tornar inviável caso você não seja um grande player do mercado e queira ter algo próprio, on premise.

Utilizando cloud computing, dada sua escala e grande nível de automação, adquire-se uma infraestrutura sob demanda que vai se encaixar perfeitamente nas necessidades da sua IA para cada momento de sua utilização.

Isso reflete desde o custo de aquisição até a manutenção da infraestrutura ao longo dos anos.

Flexibilidade

A nuvem é elástica. Isso significa que caso sua IA esteja demandando uma capacidade de processamento menor em determinada hora do dia, mecanismos automatizados vão associar às suas instâncias de IA apenas o necessário.

Se, por outro lado, em determinado horário for demandada uma enorme capacidade de processamento, com a mesma facilidade os mecanismos automatizados de cloud computing vão disponibilizar tais recursos às suas instâncias.

Maior integração

A humanidade já atingiu grandes níveis de conhecimento que podem e devem ser utilizados em conjunto para buscar, inovar e apoiar o conhecimento científico.

Em suma, não é necessário reinventar a roda.

Rodando na nuvem, uma IA pode disponibilizar informações e também consumir informações vindas de outras IAs.

Através de APIs, todas essas informações podem ser trocadas de forma extremamente simples e segura.

Otimização da gestão de dados

A nuvem foi concebida para facilitar a manipulação de dados e sua movimentação.

Isso significa que há uma maior liberdade para ingestão e migração de dados.

Mesmo que seu ambiente não seja totalmente em cloud, basta haver conectividade entre suas infraestruturas para que se consiga mover dados entre elas.

Facilidade no uso

Iniciar em cloud computing demanda apenas a criação de uma conta.

Alguns providers possuem plataformas e frameworks prontos para dar suporte aos primeiros passos e a sustentação de IA já existente.

Boa parte do know-how de grandes players, como Amazon, Google e Microsoft, está disponível em suas plataformas e serviços através de frameworks e documentação de suas APIs.

Com isso, é fácil integrar seu aplicativo ou IA para utilizar dados de diversas fontes.

Acesse nosso site e conheça mais sobre as soluções de cloud da CL9 Tecnologias!

(Imagens: divulgação)


  • Share:
Contato via Site CL9