Em um mundo onde a informação é o bem mais valioso que se pode ter, é imprescindível contar com soluções de banco de dados adequadas à realidade das aplicações da sua companhia.

Hoje vamos falar sobre o MS SQL Server, a solução que é líder do mercado de SGDBs há quase uma década, isso graças ao seu desempenho, integrações e capacidade de escala.

Continue lendo nosso post e conheça as versões do SQL Server e as características de cada uma.

Quais são as versões disponíveis do SQL Server?

Antes de adotar essa ferramenta, é importante conhecer suas versões e capacidades, criadas para atender demandas e orçamentos específicos:

SQL Server Web

Essa edição é feita para aplicações rodando em servidores WEB.

O modelo de licenciamento é baseado no número de processadores ou cores por instância.

Também há uma limitação de capacidade por instância, onde só é possível utilizar o poder de processamento de 4 sockets ou 16 cores.

Já em relação ao buffer de memória, cada instância é limitada a 64 GB e para cache de segmentos de armazenamento de colunas e dados em memória otimizada, os limites ficam em 16 GB.

O tamanho de uma base de dados nessa versão pode chegar a até 524 PB.

Ao ler palavras como “limitação” é comum que as pessoas criem um certo medo, porém, em um contexto de acesso ao banco de dados através de uma arquitetura de aplicativos móveis, sites e outras aplicações acessadas via web, temos capacidade de sobra.

Além da capacidade, é importante ainda considerar a integração, algo muito positivo se você utilizar aplicativos na plataforma .NET.

SQL Server Standard

Esta é uma versão intermediária.

Então, se não há necessidade de funcionalidades avançadas da versão enterprise, mas as limitações da versão WEB não suportam suas cargas de trabalho, essa edição é perfeita.

Você pode testar ela gratuitamente por 6 meses e as limitações computacionais passam para 4 sockets ou 24 cores.

O poll de buffer de memória também aumenta e vai para 128 GB, já em relação ao cache de segmentos de armazenamento de colunas e dados em memória otimizada, os limites ficam em 32 GB.

O tamanho do banco de dados também pode ser de até 524 PB.

Essa edição é para quem precisa de funções básicas de banco de dados com relatórios e capacidades analíticas.

Isso é possível através de exploração de dados com infográficos interativos.

SQL Server Enterprise

Essa edição só tem limitação de 524 PB para o tamanho do banco de dados, mas isso é uma questão externa ao SGDB em si.

Para todo o resto, a capacidade de hardware disponível será usada.

O período de teste gratuito também é de seis meses e essa versão compete com outros SGDB do segmento empresarial, como o Orable DB, Mysql EE e outros destinados às aplicações de missão crítica, business intelligence e data warehouse.

Pela quantidade de funcionalidades, essa versão pode não se encaixar no orçamento de pequenas empresas.

Isso porque essa versão implementa mecanismos de failover, réplicas ativas, e outras features para performance e escalabilidade horizontal bem como nuvem híbrida.

Toda essa capacidade permite que outras funções sejam aplicadas aos seus dados para data mining avançado e modelos multidimensionais, integrações com power BI e para machine learning com paralelismo completo.

Falando em machine learning, essa versão pode utilizar as capacidades de execução de GPUs.

Tudo isso com suporte em várias linguagens e ferramentas como Python, R e Hadoop/Spark.

Gostou do nosso post? Então acompanhe nosso blog e fique por dentro de mais funcionalidades e informações poderosas no mundo de TI.

(Imagens: divulgação)


  • Share:
Contato via Site CL9